A CONSTRUÇÃO DE UMA ESCALA DE ATITUDES SOCIAIS EM RELAÇÃO À INCLUSÃO: NOTAS PRELIMINARES

CONSTRUCTION OF A SOCIAL ATTITUDE SCALE TOWARD INCLUSION: PRELIMINARY NOTES

Sadao OMOTE

RESUMO: este artigo relata parte das atividades desenvolvidas para a construção de uma escala de mensuração de atitudes sociais em relação à inclusão. A partir de temas e subtemas relacionados a inclusão, identificados em um corpus de textos, foi elaborada uma versão preliminar da escala com 100 itens, no formato Lickert com 5 alternativas que expressam diferentes graus de concordância ou discordância com relação ao enunciado. A versão preliminar foi aplicada a uma amostra heterogênea de 266 pessoas. A análise de itens, realizada com o t de Student e o qui-quadrado, revelou uma grande quantidade de itens com boa capacidade discriminativa, o que permitiu construir duas formas equivalentes da escala, com 30 itens em cada forma. Metade desses itens são positivos, isto é, a concordância com o enunciado expressa atitudes favoráveis, e a outra metade é constituída por itens negativos, nos quais a concordância com o enunciado expressa atitudes desfavoráveis. Em cada forma, foi incluída uma escala de mentira de cinco itens, a qual tem a função de identificar tendência a falsificar as respostas. São itens cujas respostas são previsíveis, pois, no estudo preliminar, quase a totalidade dos participantes concordou com o respectivo enunciado, independentemente do grau de favorabilidade ou desfavorabilidade das suas atitudes sociais em relação à inclusão. As duas versões da escala foram aplicadas a várias amostras para a verificação da sua fidedignidade e validade, o estabelecimento de parâmetros populacionais e análise da generalidade e estabilidade temporal do fenômeno mensurado. Os respectivos relatos se encontram em elaboração.

PALAVRAS-CHAVE: inclusão; atitudes sociais; escala; análise de item.

Fim do Texto

 

Clique aqui para voltar para a página anterior