A representação da deficiência mental numa perspectiva histórica

The representation of mental deficiency in a historical perspective

Maria de Lourdes Perioto Guhur

RESUMO: O estudo analisa os determinantes que explicitam a deficiência mental e a forma como ela é pensada e representada em momentos históricos determinados. Com base no quadro teórico dos modos de produção, são focalizadas as sociedades primitiva, antiga, feudal e, com maior destaque, o período de transição do feudalismo para o capitalismo. Aqui, na medida em que o considerado deficiente parece incapaz de se realizar como força produtiva, ele é representado como o não-sujeito, o não-ser, alheio às relações sociais concretas.

Fim do Texto

Clique aqui para voltar para a página anterior