Representações sociais de estudantes com Síndrome de Down segundo professores no Rio de Janeiro

Teacher’s social representations regarding students with Down Syndrome in Rio de Janeiro

Edson A. de Souza Filho
Angel B. Durandegui

RESUMO: O objetivo deste trabalho foi investigar as representações sociais de professores sobre estudantes com síndrome de Down (ESD). Duas amostras de professores foram selecionadas: 22 lidando diretamente com ESD (PL) e 27 não (PNL). As análises de conteúdo e de discurso efetuadas indicaram algumas dificuldades de ambos os grupos para representarem os ESD fora dos padrões baseados em critérios de inteligência lógico-formal, em detrimento de outras formas instrumentais e significativas para o grupo. De fato, PL relataram sobre ESD aspectos favoráveis de sociabilidade e afetividade, e desfavoráveis em negociação; enquanto os PNL, favoráveis em intelectualidade, autonomia e normalidade, assim como negaram traços pessoais e afirmaram rigidez, indicando ambivalências.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Especial; psicologia; deficiência mental; didática

Fim do Texto

Clique aqui para voltar para a página anterior