A pós-graduação em Educação Especial no Brasil: análise crítica da produção discente

Graduate studies in Special Education: critical analysis of master thesis

Leila Regina D’Oliveira de Paula Nunes
Júlio Romero Ferreira
Rosana Glat
Enicéia Gonçalves Mendes

Assistentes de Pesquisa
Maria Cristina Cunha; Ângela Ribeiro Delça Rebelo; Cláucia Ramos; Silvia Ferreira; Graciele Rodrigues; Marilsa Basso; Teresinha Sousa; Isabel Araújo; Kely de Paula; Nilcéia DeVíces; Selma Sousa; Márca Marin; Maryze Oliveira e Giovana Martinez

RESUMO: As questões relacionadas à produção e difusão do conhecimento científico sobre Educação Especial têm estado na pauta de vários grupos e congressos na última década. Neste estudo, procedeu-se à análise crítica das dissertações de mestrado do CMEd/UERJ e PPGEEs/UFSCar. Foram analisadas 197 dissertações defendidas entre 1981 e 1995, verificando-se a prevalência de estudos descritivos, com portadores de deficiência mental, na faixa etária de 5 a 14 anos, realizados em instituições escolares sobre o tema ensino-aprendizagem. Foram observados crescente substituição da visão clínica pelo modelo psicoeducacional, maior sintonia com as discussões pedagógicas em curso na educação regular e crescimento de trabalhos sobre o cotidiano escolar tratando a necessidade especial (ou a deficiência) de modo relacional e contextualizado.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Especial; dissertações; pós-graduação

Fim do Texto

Clique aqui para voltar para a página anterior